palhocense.jpg

Sem Perder do Ritmo - Edição 560 - 20/10/16

20 Outubro 2016 11:25:38

stjd2.jpg

LAMENTÁVEL
Depois do que a arbitragem fez no jogo do Figueirense contra o Palmeiras, me pergunto se o futebol é um esporte de credibilidade, ou se o esporte de um modo geral tem credibilidade. Estamos vendo todos os dias notícias de atletas que são punidos por uso de substâncias proibidas, dirigentes tentando levar vantagem em tudo e árbitros que deveriam estar preparados para os jogos, cometendo erros  absurdos. Que o árbitro é um ser humano, passível de erros e sofre pressão, todo mundo sabe, porém, quando um cidadão, aspirante à Fifa, que deveria estar muito bem preparado, comete erros absurdos em uma partida, e o pior, todos os erros em favor de um time... Precisamos mudar muitas coisas no futebol, todos os esportes se modernizaram... Menos o bretão.


ÚLTIMOS CARTUCHOS
Dos catarinenses no Campeonato Brasileiro das séries A e B, a Chapecoense é a mais tranquila, principalmente porque está próximo de se manter na Série A e ainda disputa a Sul-americana; já o Avaí está na briga pelo acesso; o Criciúma joga as suas últimas fichas para tentar chegar ao G4 da Série B; já Figueirense e Joinville vivem o drama do rebaixamento; o JEC quase rebaixado para a Série C e o Figueirense muito próximo de cair para a B.


DEU LIGA
Você já deve ter ouvido essa frase em alguma cozinha, quando a cozinheira acerta o ponto da massa do bolo, daí, ela satisfeita da vida, solta em alto e bom tom: “deu Liga”. Não estou aqui para passar nenhuma receita de massa ou bolo, só estou querendo fazer uma relação com o atual momento do Avaí. O time, depois da chegada do técnico Claudinei Oliveira, foi se achando aos poucos, foi se ajustando ao longo dos jogos e buscando vitórias que o trouxeram até a atual colocação na tabela da Série B . Meu companheiro de trabalho na Rádio Guarujá, o comentarista Dolmar Frizzon, depois que o Avaí conseguiu a vitória contra o Vila-Nova, em Goiânia, descreveu da seguinte forma o time do Avaí, “um time para ser estudado”. Dolmar falou isso pelo fato de o time da Ressacada, em vários jogos deste Campeonato, não ter jogado bem, ter sido pressionado pelo adversário e quando menos se esperava, ele ressurgiu das cinzas e ganhou o jogo. Certamente depois de cada jogo, o técnico Claudinei Oliveira respirou fundo e falou: “deu liga”.


PARA FAZER BARULHO
A diretoria do Figueirense protocolou junto ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva um documento para tentar anular o jogo contra o Palmeiras. Não vejo argumentos fortes o suficiente para que isso aconteça. Os erros do árbitro foram absurdos, porém, nada que possa fazer o STJD anular o jogo. O Fluminense quer anular o jogo contra o Flamengo, qual será o próximo? Isso tudo é só para fazer barulho.


SAI BRUXA
Para os árbitros brasileiros que estão aparecendo mais dos que os jogadores. Mal preparados, ganham as manchetes pelos erros absurdos que estão mudando o resultado dos jogos.

Imagens


logo palhocense.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina