palhocense.jpg

Sem Perder do Ritmo - Edição 551 - 18/08/16

18 Agosto 2016 10:17:51

marta.jpg

ESPÍRITO ESPORTIVO
Quem não gosta de perder não pode querer ganhar - isso a minha vó já dizia. Mesmo porque, para se chegar à vitória, temos que jogar e jogando, colocamos em risco a vitória e abrimos a possibilidade para a derrota. Por isso que todo atleta tem que estar preparado para todos os momentos, sejam eles de alegria ou tristeza. Esses jogos olímpicos estão mostrando quem tem e quem não tem espírito esportivo.

 
AS SURPRESAS
Normalmente os políticos brasileiros só lembram do esporte quando eles estão acontecendo ou quando o atleta consegue a medalha de ouro e é chamado para bater fotos ao lado desses aproveitadores. No Rio 2016, três atletas brasileiros surpreenderam a todos ao ganhar a medalha de ouro e colocar o país em evidência. Entre Rafaela Silva, no judô feminino, Thiago Braz, no salto com vara, e Robson Conceição, no boxe, apenas dois treinam no Brasil, já que Thiago Braz já está fora do país há algum tempo.

 
RECOMEÇO
Depois de dezoito dias parado, o Avaí volta a jogar neste final de semana contra o Bahia, pela Série B. É o começo do segundo turno e o importante é confirmar os pontos dentro de casa. Com o zagueiro Betão e a possibilidade de retorno do meia Marquinhos Santos, o time de Silas poderá mostrar uma outra cara, bem melhor do que foi apresentada na primeira fase.

 
SITUAÇÃO COMPLICADA
O Figueirense não consegue embalar na competição. Mais uma vez perdeu para a Ponte-Preta e voltou para a zona de rebaixamento. O time de Argel precisará somar 24 pontos até o final da Série A, o que, convenhamos, está muito difícil. Caso contrário, o rebaixamento será inevitável.

 
ELES MAIS UMA VEZ
A exemplo do que aconteceu no mundial de 2014, o Brasil tem a  Alemanha pela frente. Será o jogo do tira teima? Acho que não. Os times que disputam os jogos olímpicos não representam a força máxima de seus países.


AGRADECIMENTO
Agradeço à Associação Catarinense de Imprensa e a Câmara Municipal de Florianópolis que me concederam a Medalha Dakir Polidoro de Imprensa como destaque 2016. Sempre é bom ser lembrado, sinal que o nosso trabalho está sendo bem feito.


PELO CAMINHO
Tanto no futebol feminino quanto no voleibol feminino, a torcida brasileira apostava muito na conquista da medalha de ouro, porém, mesmo com as meninas se dedicando ao máximo, o futebol vai para a disputa do bronze e o vôlei está fora de possibilidade de conquista de medalha. Modalidades que vivem realidades diferentes: enquanto o vôlei tem apoio e um campeonato forte, o futebol feminino é completamente esquecido pela CBF, não temos uma competição forte e muito menos um trabalho de base.


SAI BRUXA
Mais uma vez para a programação do departamento de futebol do Figueirense. O torcedor já não aguenta mais ver o time se arrastando para ficar na Série A.

Imagens


logo palhocense.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina