palhocense.jpg

Reunião debate importância da Guarda do Embaú como Reserva Mundial de Surfe

13 Julho 2017 10:56:34

surfe.jpg

Palhoça deu mais um importante passo rumo à consagração oficial da Guarda do Embaú como Reserva Mundial de Surfe. Uma reunião realizada na tarde de segunda-feira (10), na Prefeitura, contou com a participação de representantes de órgãos públicos, da Secretaria Municipal de Turismo, Faculdade Municipal de Palhoça (curso de Turismo), Câmara de Vereadores, Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Municipal de Turismo, organizações não governamentais, representantes de associações de moradores, de pescadores e de empresários e comerciantes.
O convidado especial, Nick Mucha, diretor dos programas das reservas mundiais de surfe, ressaltou a importância do ecossistema da Guarda do Embaú, indicada como a primeira reserva na América Latina. O presidente da ONG Save The Waves Coalition veio da Califórnia, nos Estados Unidos, especialmente para conhecer a Guarda do Embaú, cuja importância ele reconhece não só pela qualidade das ondas, mas também pela “beleza do cenário exuberante, o carinho do povo nativo e a gastronomia”.
A visita de Nick Mucha significou o cumprimento da terceira etapa, de um total de cinco, para consolidar em definitivo o título de Reserva Mundial de Surfe à Guarda do Embaú. Não se trata de um título consagrado em lei. É um selo com alto significado para o projeto de desenvolvimento sustentável da região.
Vale lembrar que, no dia 27 de outubro de 2016, a Save the Waves Coalition aprovou a inclusão da Guarda do Embaú no restrito clube de nove praias, após trabalho realizado pela Associação de Surf e Preservação da Guarda do Embaú (ASPG). A solicitação foi feita em 2012.
O prefeito Camilo Martins ressaltou a importância da visita do diretor. “Esse título é extremamente importante para a Guarda do Embaú, por seu significado, pelo reconhecimento mundial de um balneário que já é aprovado internacionalmente”. Para o secretário municipal de Turismo, Adriano Mattos, o título e tudo que ele envolve vão facilitar o “desenvolvimento sustentável da região”.

Imagens


logo palhocense.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina