palhocense.jpg

APREENSÃO HISTÓRICA

13 Julho 2017 11:03:54

Dienifer Leite
colpol3.jpeg

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), Divisão de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV), Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic) e Divisão de Investigação Criminal (DIC) de São Lourenço do Oeste, canil da PC, Polícia Rodoviária Federal e Receita Federal fizeram, na madrugada de sábado (8), mais uma grande apreensão de maconha. Foram apreendidos 5.104 quilos de maconha e 4 quilos de skank na BR-116, em Ponte Alta (SC), próximo a Lages (SC). Três homens foram presos, entre eles os dois chefes da quadrilha, dois empresários de Palhoça. Essa é a maior apreensão de maconha da história de Santa Catarina, junto às que aconteceram recentemente em Garuva e Porto Belo, somando 15 toneladas da droga. 
Toda a droga pertencia à mesma quadrilha, e tinha o mesmo modo operante no estado. Durante coletiva na Deic, na manhã de sábado, a Polícia Civil explicou que a droga era produzida no Paraguai, ficava estocada na cidade de Juan Caballero, era armazenada em Ponta Porã (MS) e de lá ia para várias partes do Brasil, entre elas Santa Catarina. 
A quadrilha utilizava como transporte uma carreta de milho a granel com documentação legalizada e que tinha como destino final Imbituba. O veículo foi parado pela polícia em Ponte Alta. Os batedores souberam da blitz e fugiram, mas foram capturados em Correia Pinto (SC). 
O motorista da carreta e os dois batedores foram presos. Nenhum nome foi divulgado, porém, os dois batedores eram os chefes da quadrilha e são empresários de Palhoça. A droga apreendida, avaliada em R$ 10 milhões, seria armazenada em Palhoça e distribuída na Grande Florianópolis. O motorista teria recebido uma quantia de R$ 15 mil para fazer o transporte. 
Ainda segundo a Polícia Civil, a quadrilha cometeu um assassinato no Paraguai, por desconfiarem que o homem era quem delatava os trajetos da droga à polícia catarinense. Com a morte, os traficantes achavam que continuariam o transporte da droga livremente pelo estado.


logo palhocense.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina