palhocense.jpg

Falando Sério - Edição 587 - 04/05/17

04 Maio 2017 10:48:33

Charge Juarez Nahas 17.jpg

Diversão para idosos

Há alguns anos, na administração do prefeito Paulo Vidal, consegui convencê-lo a colocar seis mesas de granito, com quatro banquetes também de granito, na praça central de Palhoça, para que os aposentados fossem se divertir, jogando dominó, canastra, tranca e xadrez, ou sentar para bater papo.
É interessante notar que a adesão dos idosos e aposentados com menos idade foi imediata, onde estão diariamente, de segunda a domingo, divertindo-se, fazendo novas amizades e exercitando a mente. É claro que nem tudo é um mar de rosas, pois existem alguns jogadores que se acham os bons e adoram fazer reclamações das jogadas de seus parceiros. Por esse motivo, muitos não querem jogar com eles. Também os fumantes são criticados pela maioria que não fuma, pela fumaça e as guimbas jogadas no chão.
Na praça, estão representadas todas as classes sociais, todas as raças e quase todas as regiões do país. Ali nós temos baianos (um baita de um conservador), cearense, curitibano, gaúcho do centro e de Pelotas, da nossa serra, paraguaio, japonês e de tantos outros lugares, que fizeram amizade com os palhocenses.
Temos o Titi, que é o maior contador de piadas, geralmente impróprias para menores, e alguns folgados que fazem brincadeiras idiotas. São tantas as aulas de cultura popular que estou pensando em escrever um livro. Tem também os “médicos” palpiteiros, que aparecem com ervas e chás, dizendo que os remédios são milagrosos, ótimos para animar os velhinhos sexualmente desacreditados. A maioria deles diz que não precisa, que ainda estão firmes e fortes, contando vantagens.
Felizmente, as discussões políticas fanáticas esfriaram e o que faz mais barulho é quando surge o assunto sobre futebol, mesmo estando o futebol brasileiro abaixo dos 50% do futebol europeu. Mas, mesmo assim, vascaínos, flamenguistas, avaianos e alvinegros fazem muito barulho. Acontece, também, que algumas vezes, esposas de jogadores aparecem para cumprimentar seus esposos.
Tem, também, os esganados, que ficam esperando chegar o trailer que traz sanduíches, para aumentarem suas barrigas de mais de nove meses. Ainda bem que temos o bar da dona Maria, que mata a fome dos que ficam quase o dia todo jogando.
Durante o dia, os andarilhos incomodam pouco, entretanto, depois das 19h, uma dezena deles aparece para pedir dinheiro. Alguns para beber, outros para “cheirar”.
Como no Brasil todas as profissões pagam para os sindicatos, algumas pessoas já estão pensando em registar o sindicato dos jogadores da praça, inspirados pelos festejos do dia primeiro de maio, homenageando os trabalhadores da praça de Palhoça. Já estão aparecendo vários candidatos a presidente do sindicato.

Imagens


logo palhocense.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina