palhocense.jpg

Falando Sério - Edição 581 - 23/03/17

23 Março 2017 11:33:26

Charge Juarez Nahas 11.jpg

Bons e maus

Os seres humanos estão divididos entre bons e maus. Einstein deixou escrito que “o mundo não está ameaçado pelas pessoas más, e sim por aqueles que permitem a maldade”. É um pensamento lógico, porque se os bons agissem, aplicando aos maus os castigos que eles merecem, corrigindo-os e fazendo com que eles paguem, com a mudança de comportamento em benefício da sociedade.
Os primeiros culpados pela disseminação da maldade são os pais que não educam os filhos, que por sua vez serão maus cidadãos. Não obedecerão às normas sociais e legais, não cumprirão com seus deveres, não estudarão, não trabalharão e serão presas fáceis dos vícios, das drogas, do álcool e do jogo, levando uma vida inútil e antissocial, que os levarão ao banco dos réus.
Conheci e conheço muitas famílias que não educam os filhos. Na minha escolinha de futebol, conheci muitos garotos que estavam se iniciando no uso de drogas. Conversei com os garotos e com os pais, a maioria deixou as drogas. Alguns pais não queriam aceitar que os filhos estivessem se viciando em drogas, por isso os garotos destruíram suas vidas. Os que reconheceram a verdade, hoje, os filhos são avós e cidadãos de vem. 
A luta entre o bem e o mal faz-se necessária, especialmente na época atual, onde os maus proliferam por parte dos políticos e administradores em geral. Está correto quem lê e aceita o seguinte pensamento: “Precisamos nos engajar num processo de faxina moral e ética e fazer a sociedade amadurecer nos costumes políticos”.
O ser humano está cada vez mais mal-educado (faltam escolas), mais ignorante e violento (faltam bons exemplos), mesmo tendo as mais modernas “maquininhas”, que, ao invés de educá-los e instruí-los, os transformam em escravos que nunca se libertarão. Não tem cultura humanitária, não sabem por que ou para que estão vivendo.
A sociedade, por intermédio da Justiça, não impõe a ordem social. Os políticos e administradores querem, apenas, enriquecer à custa do dinheiro público, dando maus exemplos de cidadania. Existem os autoritários (metidos a importantes), que não sabem que os ditadores e os ladrões jamais serão felizes.
Enquanto não seguirmos a ordem correta de educarmos, iniciando no lar, depois na escola e, ao final, na convivência social, cumprindo com nossos deveres, o mundo (a natureza) continuará sendo vítima dos maus. Todos estarão sujeitos ao predomínio das guerras, do fanatismo e do terrorismo destruidor do mundo.
PARA PENSAR: “Não há como conciliar o bem com o mal, certo com o errado. É um ou outro”.

Imagens


logo palhocense.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina