palhocense.jpg

Editorial - Edição 593 - 15/06/17

16 Junho 2017 09:35:12

Patrimônio cultural

Acompanhar os festejos do Divino Espírito Santo já é, por si só, uma forma de olhar o passado. A festa guarda na tradição dos detalhes, parte de nosso patrimônio histórico. A origem da celebração remonta às manifestações religiosas realizadas em Portugal desde o século XVI, quando banquetes eram oferecido à população em honra ao Espírito Santo. A devoção de nossa gente de raízes açorianas se mostra também na dedicação com que todo o cortejo é remontado aqui no novo mundo.
Independente de orientação religiosa, Palhoça respeita essa tradição e incorporou para si os festejos do Divino no Centro, Pachecos e Enseada de Brito. A festa da paróquia Bom Jesus de Nazaré teve um item a mais esse ano: o jornal Palhocense montou um telão no palco da festa, no qual foram projetadas quase 7 mil fotos de festas do Divino de décadas passadas.
A ação faz parte do projeto Memória Palhocense, que, através do acervo fotográfico do jornal Palhocense e Foto Palhoça, tem revelado uma cidade um tanto esquecida por nossa população. Foi bonito de ver as famílias acompanhando e se emocionando com o registro da fé e da cultura palhocense no passar dos anos.

Imagens


logo palhocense.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina