palhocense.jpg

Editorial - Edição 566 - 01/12/16

01 Dezembro 2016 07:21:13

Ilustração editorial 47.jpg

Força e luz

Há momentos que não podem ser explicados, nos quais cabe apenas o silêncio. Falar aqui da dor da perda não parece fazer qualquer sentido e sentimos que não há palavra capaz de expressar ou explicar essa dor. Por isso, cabe apenas um registro de respeito e homenagem. Assim, queremos externar um abraço de toda Palhoça à família do Bruno Mauri da Silva, vítima da tragédia que consternou o planeta esta semana.
Um drama como esse nos confronta com questões fundamentais de nossa existência. De forma direta, como a comunidade do bairro Pachecos, ou indireta, todos fomos impactados por essa notícia devastadora. E é nessa hora que surge no âmago da alma humana o que temos de mais rico e essencial. A dor nos humaniza e nos gera empatia. 
O meio esportivo vive de muita rivalidade. A tragédia da Chapecoense nos permite ver como são pequenas todas as coisas que nos afastam... Seja religião, cor ou time do coração. O fundamental passa ser o sopro de vida e a falta que ele faz deixa um vazio tremendo.
Ao ouvirmos algumas pessoas que tiveram o prazer de conviver com o palhocense Bruno, algumas palavras se repetiam: dedicação com a família; atenção para os amigos; as brincadeiras e o futebol com o pai. Ouvimos sobre responsabilidade e afinco com o trabalho e com os colegas. Falaram-nos sobre a paixão pelo esporte e sobre seu dom de reunir a família... Lindas palavras... Mas todas incomparáveis com a força e luz de seu sorriso...


logo palhocense.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina