palhocense.jpg

Cultura açoriana é celebrada no 19º Açor

16 Agosto 2012 10:25:54

Prefeitura de PH recebe troféu na cerimônia que abre Festa da Cultura Açoriana em SC

Cultura açoriana é celebrada no 19º Açor

O Centro Histórico de São Francisco do Sul, no litoral norte de Santa Catarina, será o cenário para a realização da maior festa açoriana do país, o AÇOR, que já caminha para a 19ª edição. Promovida pela Universidade Federal de Santa Catarina e Prefeitura Municipal de São Francisco, a festa vai mobilizar toda a comunidade de base açoriana do Estado do dia 31 de agosto até 2 de setembro. Os preparativos, contudo, já começam no dia 16 de agosto, com a entrega do Troféu Açorianidade 2012 e o lançamento da 19ª Açor.

A Prefeitura Municipal de Palhoça recebe na ocasião o troféu denominado Ilha do Faial. Criada em 1996, a distinção reverencia todos os anos 10 personalidades, cada uma com um troféu alusivo ao nome de uma Ilha do Arquipélago Açoriano: São Miguel, Pico, Terceira, São Jorge, Graciosa, Santa Maria, Faial, Corvo, Flores. O último troféu leva o nome da Ilha de Santa Catarina, chamada carinhosamente de 10ª Ilha Açoriana. Eleito por concurso público, o design da estátua é de criação do artista plástico de Palhoça João Aurino Dias (Dão).

Às 19:30 horas, no  Clube 24 de Janeiro, na Rua Babitonga, em uma cerimônia cultural e gastronômica, os agraciados serão homenageados por seu esforço e atuação em prol do desenvolvimento da pesquisa, preservação e divulgação da cultura açoriana em Santa Catarina, explica Joi Cletison, coordenador do Núcleo de Estudos Açoriano da Secretaria de Cultura da UFSC. O NEA é responsável pela realização do evento em conjunto com a Fundação Cultural Ilha de São Francisco e com apoio do Governo do Açores e Secretaria Estadual de Turismo (Santur).

Estandes, gastronomia, exposições fotográficas, mostra de vídeos, apresentações culturais, palestras e lançamentos de livros, fazem do Açor a maior e mais diversificada festa da cultura açoriana no País. Com entrada gratuita e aberta ao público, a festa tem o objetivo de mostrar o que há de mais autêntico de cultura açoriana no folclore, artesanato, danças, gastronomia e religiosidade. Sob um grande pavilhão com estandes culturais, 30 municípios e instituições do litoral de Santa Catarina vão apresentar e comercializar o seu artesanato de referência regional açoriana. Centenas de artesãos vão produzir e comercializar suas peças em frente ao público, prevê o coordenador do evento, Joi Cletison.


Evento itinerante

Programação

Nos três dias de festa serão mais de 45 apresentações folclóricas e três shows musicais no encerramento das noites dos dias 31 de agosto, 1 e 2 de setembro. No dia 1º de setembro, às 10 horas, na Baia da Babitonga, na altura do Centro Histórico, ocorrerá o Desfile Folclórico dos Grupos participantes da festa. No domingo dia 2 de setembro, às 9h30min, na Igreja Santo Antonio, os participantes celebram a Missa do Encontro das Bandeiras do Divino Espírito Santo, com a participação de seis cantorias e 15 bandeiras do Divino Espírito Santo de vários municípios. Nos três dias uma praça de alimentação oferecerá ao público quitutes e pratos típicos da culinária do litoral catarinense enquanto assiste às apresentações folclóricas e aos shows das bandas.

A Festa Açoriana é consagrada por ajudar a perpetuar práticas açorianas ameaçadas de extinção no litoral catarinense. Reconhecido pelo impulso que deu à retomada de grupos de culto ao Divino Espírito Santo, o evento é promovido todos os anos em um lugar diferente. As cidades de Itajaí, Imarui, Imbituba, Penha, Içara, Porto Belo, Garopaba, São José, Araquari, Tijucas, São Francisco do Sul, Barra Velha, Laguna, Governador Celso Ramos, Palhoça e Sombrio já foram sede da Festa Açoriana.

Imagens


logo palhocense.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina