palhocense.jpg

Consumidor Consciente - Edição 596 - 06/07/17

06 Julho 2017 11:04:46

Conheça seus direitos junto aos cinemas

Com o crescimento dos shoppings na região, é comum o aumento na procura por entretenimento e lazer, especialmente entre crianças e jovens. Este momento de férias é período em que os cinemas, por exemplo, faturam mais e oferecem um grande número de produções inéditas.  Mas é preciso ficar atento ao serviço prestado. O simples ato de pagar para assistir a um filme já estabelece a relação cliente/empresa. 


Normas legais
O preço da sessão, por lei, deve estar visível e próximo ao local de venda - com os valores convencionais, promocionais e diferenciados pelo tipo de tecnologia utilizado. Os horários também precisam ser afixados em lugar de fácil leitura.
E que fique bem claro: maiores de 60 e menores de 18 anos e estudantes com carteirinha atualizada pagam “meia”, mesmo que o valor esteja em promoção (Lei Estadual 12.570/03).
A segurança é imprescindível antes, durante e após a sessão. Portanto, o consumidor deve observar se seguem as regras exigidas por lei e como proceder em casos de emergência.  
Os estabelecimentos cujas salas de exibição que não possuem tecnologia em 3D devem informar ao consumidor antes de adquirir o ingresso.
Caso aconteça alguma eventualidade, como mudança de horário ou interrupção da exibição, o valor pago tem que ser ressarcido. Do contrário, a solução é recorrer ao Procon.


logo palhocense.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina