palhocense.jpg

Consumidor Consciente - Edição 586 - 27/04/17

27 Abril 2017 10:29:07

Conheça as novas regras do rotativo no cartão de crédito
Amigo consumidor, já estão em vigor as novas regras do rotativo do cartão crédito. Mas não se empolgue. Usar o rotativo do cartão de crédito continuará a ser muito caro!
Para que você entenda a mudança e conheça melhor as opções de crédito, antes de mais nada, entenda como funciona hoje o cartão.

Antes
Após fazer as compras e gastar utilizando o cartão de crédito, o consumidor recebia a fatura. Se não pagasse o valor total da fatura, a pessoa cairia no chamado crédito rotativo do cartão, com taxa de juros de cerca de 15% ao mês, o que daria cerca de 435% ao ano. Assim, a dívida viraria uma bola de neve. Os juros do rotativo iriam se acumulando e só aumentariam o valor devido.

Agora
A nova regra diz que o consumidor poderá ficar no rotativo apenas por 30 dias. Depois disso, o banco terá que apresentar uma proposta de parcelamento dessa dívida. Alguns bancos já anunciaram faixas de valores das taxas de juros do parcelamento, mas a expectativa é a de que a maioria dos consumidores fique na casa de 8% ao mês.


Dicas

Veja como usar o cartão de forma mais segura

Pague 100% da fatura
Para quem está com as contas em dia e paga 100% da fatura do cartão no vencimento, nada muda com a nova legislação. E essa continua sendo a melhor opção para evitar pagar juros

Não aceite a primeira oferta
Este é o primeiro ponto a que o consumidor precisa ficar atento: após os 30 dias no rotativo, cada banco pode definir quais alternativas vão oferecer ao cliente. O Banco Central não definiu nenhuma regra quanto ao número de prestações. 

Empréstimo pessoal pode ser melhor que o parcelado

Por exemplo, um consumidor com uma dívida de R$ 1.000 no cartão de crédito:

Antes pelo rotativo, após 1 ano pagaria R$ 2.213,76 no total
Pela nova regra, se ficar 1 mês no rotativo e parcelar a dívida em 11 vezes, pagará R$ 1.771,99 no total (diferença de R$ 441,77)
Se fizer um empréstimo pessoal para cobrir a dívida do cartão, pagará R$ 1.381,56 no total (diferença de R$ 832,20)


logo palhocense.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina