palhocense.jpg

Consumidor Consciente - Edição 582 - 30/03/17

30 Março 2017 09:57:46

A utilidade do conhecimento

Utilidade é um conceito essencial à vida humana. Útil é qualidade daquilo quem tem uso, que é proveitoso, daquilo que pode satisfazer uma necessidade. A roupa é útil porque agasalha; a água, porque sacia a sede. O conhecimento também é útil, porque permite ao homem aumentar o seu domínio sobre seus valores. 

Conhecimento
Todos têm necessidade de algum conhecimento, especialmente sobre questões da sua própria vida. O marceneiro tem necessidade de saber sobre madeiras; o comerciante precisa conhecer as propriedades das mercadorias que vende; o motorista deve conhecer as regras de trânsito.
E o consumidor, convém que conheça os seus direitos, porque assim poderá resguardar os seus legítimos interesses. O consumidor desinformado ou mal informado amarga prejuízos e, muitas vezes, sente o amargor da injustiça ou a aflição da impotência. Outras vezes, revolta-se, chegando a desacreditar das instituições.
A fragilidade do consumidor intensificou-se na mesma proporção do processo de industrialização ocorrido nas últimas décadas. Infelizmente para algumas empresas o consumidor tem deixado de ser uma pessoa para se tornar apenas mais um número.

Utilidade do CDC
Felizmente, a principal lei brasileira que tem por objetivo a defesa do consumidor é, sem dúvida, o Código de Defesa do Consumidor ou simplesmente CDC. Trata-se da Lei nº. 8.078/90. O CDC possui 119 artigos que cuidam de temas diversos. Entre eles, em um panorama inicial, cumpre destacar a responsabilidade do fornecedor pela garantia da qualidade e segurança de produtos e serviços, proteção contratual, oferta, publicidade, cobrança de dívidas e práticas comercias abusivas. Em muitos casos, o CDC define algumas condutas até como crimes.


logo palhocense.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina