palhocense.jpg

Consumidor Consciente - Edição 564 - 17/10/16

17 Novembro 2016 15:15:12

E quando o produto novo quebra? 
Levante a mão, amigo consumidor, se nunca comprou um produto que, já no início de sua utilização, apresentou algum defeito. Tão comuns quanto frustrantes, situações como essa sempre geram dúvidas sobre quais são os direitos do consumidor quando ocorre esse tipo de problema.

Prazo para o conserto
De acordo com o Código de Defesa do Consumidor (CDC), quando um produto apresenta um defeito, a partir da reclamação do consumidor, o fornecedor tem o direito de consertá-lo no prazo máximo de 30 dias. E, caso isso não ocorra, a lei assegura ao consumidor a troca do produto por outro, em perfeitas condições de uso, ou a devolução do valor pago, monetariamente atualizado. Além disso, a escolha é sempre do consumidor. O vendedor não pode impor a troca do produto, caso o cliente não queira.

E se o problema persistir?
Até aqui, tudo bem! Mas e se o defeito voltar a aparecer ou, pior, se o mesmo produto apresentar um outro problema, quais os direitos do consumidor? Nesses dois casos, você já terá direito a trocar o produto ou exigir a devolução da quantia paga pelo mesmo. Logo, não é obrigado a aceitar novo conserto. Você deve ficar sempre atento e guardar a nota fiscal, bem como as ordens de serviço, pois esses documentos serão fundamentais caso precise reclamar. 


logo palhocense.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina