palhocense.jpg

Cartão Rosa - Edição 590 - 25/05/17

25 Maio 2017 12:32:15

quint.jpg

Pensamento do Bambi
Existem dois tipos de pessoas burras: as muito burras e meu primo que enterrou meu tio com terno alugado. Está pagando até hoje!


Sem quebrar tabu
O Figueirense foi até a mística cidade de Campinas, interior de São Paulo, para enfrentar o Guarani estando na liderança da Série B. O time catarinense foi praticamente o mesmo dos dois últimos jogos. Mas não foi desta vez que o Alvinegro catarinense conseguiu quebrar o tabu de nunca ter vencido o Bugre no Brinco de Ouro. Neste jogo, o Guarani apresentou um bom futebol e não teve dificuldades para derrotar o Figueirense por 2 a 1.


Descrença política
Vou pedir desculpas a você meu querido leitor e trocar de saco pra mala. Eu continuo a defender a tese de que quando o brasileiro se educar mais, ter mais interesse pela política irá saber escolher melhor seus representantes. E isso se aplica na esfera nacional, estadual e municipal. É claro que a balbúrdia partidária confunde a cabecinha do eleitor. Hoje em dia são mais de trinta partidos registrados no TSE e outros tantos aguardando vez para serem aprovados. A grande maioria defendendo a mesma coisa e ao mesmo tempo não defendem nada a não ser os seus interesses próprios. Do jeito que está, o cidadão não se sente representado, externando um desinteresse crescente. A coisa está feia... a coisa está triste!


Desamparados
Essa Conmebol é uma grande casa da mãe Joana que deixa a sacanagem rolar solta, quando o assunto é decisões jurídicas. As punições impostas por esta entidade à Chapecoense e Palmeiras, durante a fase de grupos da Copa Libertadores da América, expuseram um total desamparo aos clubes brasileiros em relação à CBF.  A entidade que comanda o nosso futebol, que tem um presidente que tem medo de viajar para fora do Brasil porque pode ser preso, não se posiciona há muito tempo em defesa dos clubes brasileiros. Até a própria FCF, que agora tem novo presidente, não se posicionou em defesa do clube catarinense. É neste momento que percebo a falta que o falecido presidente Delfim faz e irá fazer ao futebol catarinense.


Nosso Bugre
A Segunda Divisão do Catarinão, a nossa Série B 2017, já está batendo em nossas portas. O Guarani de Palhoça, um clube formador de atletas, vem trabalhando forte para esta competição, que irá começar no dia 2 de julho e irá terminar no dia 15 de outubro. A principal novidade deste certame é que será dada prioridade para jogadores nascidos a partir de 1994, ou seja com 23 anos. Cada clube também poderá utilizar cinco jogadores profissionais acima da idade limite por partida. Como o Bugre é um clube que abre as portas para novos valores, este campeonato tem tudo para que o Guarani possa retornar à elite do futebol catarinense.


Pra brigar
Apesar da derrota no interior de São Paulo, o Figueirense é uma equipe forte, pelo menos nesse início de campeonato, e pode ser considerado um dos clubes favoritos a uma das quatro vagas para a elite do futebol brasileiro. Mesmo porque, o time em três partidas conseguiu duas vitórias. O erro maior do time, lá em Campinas, foi não matar o jogo logo no início, permitindo um contra-ataque mortal do time bugrino. O Figueirense tem time para brigar por uma das quatro vagas ao acesso.


Sem inspiração
Parecia um jogo de compadres, onde ninguém queria vencer.  São Paulo e Avaí privilegiaram a defesa, atacaram pouco e evitaram se expor boa parte do jogo. O Leão perdeu para o Tricolor paulista por 2 a 0, por não saber aproveitar as raras e boas oportunidades. Rogério Ceni, com certeza, jamais esquecerá esse dia. Uma segunda-feira fria e chuvosa na capital paulista, quando ele, no comando do São Paulo, obteve a sua primeira vitória num Campeonato Brasileiro. A vitória do time do Morumbi também pode ser creditada por falta absoluta de qualidade do ataque avaiano, que não levou um lance de perigo, sequer, à defesa adversária.


Drops da arquibancada
Mais um jogo e mais uma polêmica de arbitragem. O árbitro Paulo Henrique pipocou em Campinas, quando não teve coragem de expulsar um jogador do Guarani. O “juizinho” levou a mão no bolso para mostrar o cartão, mas como quem tem aquilo tem medo, resolveu nada mostrar.
Ficamos três dias sem água em nossas torneiras por conta do rompimento de um cano na adutora dos Pilões, que é de responsabilidade da Casan. O palhocense que paga a sua conta para a Samae e que nada tem a ver com este gravíssimo problema, não teve a quem recorrer. Essa Samae não serve pra nada!
Bruno Nazário, do Guarani, mesmo sem muito ângulo, mostrou muita categoria ao meter uma curva na bola no primeiro gol do Bugre. Interessante que ele foi criado nas categorias de base do Figueirense.
Como bate cabeça essa defesa alvinegra hein?! No segundo gol do Bugre, a bola bateu no ombro de Caique, que, sequer, viu a redondinha antes e entrar. Que dureza.


Cartão rosa/vermelho

CARTÃO ROSA para o Tenente Coronel Jacob Quint Neto, o novo comandante do 16º Batalhão de Polícia Militar, sediado em Palhoça. Numa solenidade prestigiada por diversas autoridades civis e militares da região, o Tte Cel Paulo Sérgio Souza passou o comando do 16º BPM ao Tte Cel Quint, na última segunda feira. A coluna deseja muito sucesso ao novo comandante.

CARTÃO VERMELHO para quem cuida do nosso infausto trânsito urbano. É intolerável algumas destas lombadas ou quebra-molas, que quebram tudo mesmo, não estarem pintados ou com a pintura gasta por conta do intenso trânsito de carros. Algumas delas transformando-se em verdadeiras armadilhas à noite, algo muito perigoso.


Legendas:

Para a alegria das filhas Julia e Heloisa, familiares e amigo, o palhocense Rodrigo Amândio está aniversariando nesta quinta-feira (25). A coluna deseja muita saúde!

Numa cerimônia prestigiadíssima, o Tenente Coronel Jacob Quint assumiu o comando do 16º Batalhão da Polícia Militar, sediado em Palhoça

Imagens


logo palhocense.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina