palhocense.jpg

Cartão Rosa - Edição 587 - 04/05/17

04 Maio 2017 11:14:13

18301453_804554249703361_2329957925272488718_n.jpg

Pensamento do Bambi
Se Pedro Álvares Cabral soubesse no que se tornaria o Brasil, 516 anos depois, ele teria passado reto com a caravela dele.


Estaduais
De Norte a Sul, os campeonatos estaduais entram na sua reta final com boas decisões. Alguns com regulamentos estapafúrdios, outros mostrando que o modelo atual está desprovido, como o Catarinão. Ainda bem que por aqui não tivemos tantos “rolos”, como aquele no paranaense, quando tentaram impedir a transmissão de um Atletiba pela internet. Ou aquela indecência no paulista, em que a Linense vendeu seu mando de campo nos dois jogos contra o São Paulo. E o absurdo regulamento que ninguém entendeu, que a FERJ conseguiu fazer. Menos mal que o nosso não teve tanto banzé.


A arbitragem
O brasileiro é o sujeito que mais gosta de reclamar. Adora transferir atribuições, passar a culpabilidade do que fez para alguém. Adora reprovar só por reprovar, sem o mínimo conhecimento da causa, o que é uma tremenda imbecilidade. Que a arbitragem do Héber Roberto Lopes não foi tudo aquilo que se esperava dele, é um fato, pois experiência e rodagem é o que não lhe faltam. Eu diria que ele entrou em campo um tanto absorto, num jogo de muita responsabilidade. Querer transferir a derrota do Avaí para o árbitro é um festival de ignorância. É por isso que o futebol é o único esporte que é ensinado e praticado sem o conhecimento das regras.


Juizada
Héber Roberto Lopes, o árbitro que apitou o primeiro jogo entre Avaí e Chapecoense, até me provarem o contrário, é um sujeito honestíssimo. Como qualquer um de nós, ele também é vítima das fraquezas humanas. Ele pode ter cometido erros de avaliação ou sopros em momentos errados. Só achei excessivas as duas expulsões. Para a grande final em Chapecó, o jovem Bráulio da Silva Machado, catarinense da cidade de Laguna, está escalado. Um jovem árbitro, que já foi eleito como o segundo melhor “juiz” no Brasileirão de 2016, e que vem  brigando em busca de voos maiores na sua brilhante carreira.


Uma geração
O torcedor brasileiro que tem menos de 22 anos ainda não havia nascido quando os dois times decidiram o título última vez, em 1995. Neste domingo, mais um Fla-Flu entrará para a história na decisão de um estadual. O clássico mais glamoroso do nosso futebol volta a acontecer numa final, vinte e dois anos depois que foi definido a favor do Fluminense, com o famoso “gol de barriga” de Renato Gaúcho. Você lembra?


Previsão
Por onde passo, muitas pessoas me perguntam como será a grande final deste Campeonato Catarinense. Minha previsão para este jogo é que será uma partida procriada, com muitas faltinhas, bolas alinhadas de área a área e inesperadas chances de gols. Para mim, esse será o roteiro desta grande decisão entre Chapecoense e Avaí neste domingo, dois velhos rivais que não deverão abandonar a velha e sólida retranca. Ao Leão, cabe a necessidade de fazer a vitória na Arena Condá, por conta disso, deverá partir para cima de um opositor ainda mais difícil, por estar jogando em casa e com o regulamento debaixo do braço. Enfim, é esperar para ver, torcendo pra que tanto Chapecoense quanto Avaí nos arrebatem com um jogo angustiante. Até aqui, nada está definido!


Treinar e muito
A procura por jogadores para fechar o grupo que irá disputar a Segundona Brasileira segue intensa nos bastidores do Orlando Scarpelli. Carlos Arini, responsável por montar este elenco para esta competição, ainda procura mais três atletas para o time. Dois atletas foram apresentados à imprensa na tarde de ontem (03) na faculdade palhocense Fatenp. O dirigente alvinegro está viajando constantemente para São Paulo, negociando com alguns jogadores. Enquanto isso, a ordem é treinar, e muito, para que o Figueirense volte a ter aquela velha raça alvinegra.


Drops da arquibancada
Zé Love, que chegou com ar de destaque, segue em recuperação no DM do Figueirense. O torcedor alvinegro espera que ele mostre para que veio a esta Série B.
Um Bambi saltitante confidenciou-me que após a polêmica contratação do goleiro Bruno, o Boa Esporte poderá contratar o ex-ministro José Dirceu, agora livre da cadeia, como novo supervisor do clube mineiro.
O departamento de futebol do Avaí agiu rápido e fez com que o capitão Marquinhos e o treinador Claudinei Oliveira se acertassem. Tudo pela união do grupo, que precisa estar unificado para reverter a vantagem da Chape.
A série A do Brasileirão irá começar com uma grande baixa. O árbitro paulista Luiz Flavio de Oliveira FIFA/SP, teve uma infelicidade em um jogo pela Série A2 do Paulistão. Ao torcer o pé no gramado, caiu imediatamente e deixou o estádio numa ambulância, indo direto para o hospital. Seu retorno aos gramados irá demorar.
Ficou mais que evidente que o Corinthians deixou Campinas no final da tarde do último domingo com a faixa de campeão estadual no peito. Dificilmente a Ponte Preta irá reverter esse quadro.


Cartão rosa/vermelho

CARTÃO ROSA para os mais de 15 mil torcedores que lotaram a Ressacada, que esteve superlotado. Torcidas divididas como deve ser. A torcida azurra foi a dona da festa.  Domingo que vem, em Chapecó, também não haverá espaço para mais ninguém. Todos os ingressos foram vendidos.

CARTÃO VERMELHO para estes porcalhões que não podem ver um terreno baldio e já começam a transformar em verdadeiros lixões. É o que vem acontecendo no terreno que pertencia à antiga SANRIS, na Ponte do Imaruim. Alguns moradores próximos ao terreno jogam de tudo lá. Não adianta criticar só o poder público se a própria comunidade não ajuda.


Legendas:

Para a alegria dos pais, Gisiane e Patrício, da Ponte do Imaruim, quem completou sua primeira voltinha ao redor do sol foi a linda Yasmin, na terça-feira (02). A coluna deseja muita saúde a este lindo anjinho

Imagens


logo palhocense.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina