palhocense.jpg

Cartão Rosa - Edição 586 - 27/04/17

27 Abril 2017 11:59:10

juninho.jpg

Pensamento do Bambi
Tem muitas, mas muitas mulheres em nossa sociedade que têm mais esquema do que o presidente da Odebrecht.


Encontros recheados
Já não é de hoje que Avaí e Chapecoense proporcionam encontros recheados de fatos inusitados. Em 1977, o ano do “caso Cosme” (o atleta que havia jogado ilegalmente), ambos decidiriam o título do estadual que começou em março. No segundo jogo decisivo, o Leão aguardava o seu adversário no velho estádio Adolfo Konder e a FCF, por intermédio de um vice-presidente, marcou o jogo para o Orlando Scarpelli. Dalmo Bozzano, que foi escalado pela federação, foi para o Estreito e o jogo não aconteceu. A decisão deste título só veio a acontecer em 30 de outubro, com a vitória da Chapecoense por 1 a 0, em Chapecó, num jogo que mais parecia uma guerra.


Ícone
O Brasil perdeu um ícone da música popular da época da Jovem Guarda neste último domingo. Jair Alves de Souza, o Jerry Adrianni, nasceu no bairro do Brás, em São Paulo, em 1947. O cantor morreu no Rio de Janeiro vítima de câncer. Considerado cafona pelos ouvintes mais sofisticados, Jerry fazia o maior sucesso entre o povão e foi ele o grande precursor na carreira de Raul Seixas. Suas músicas embalaram gerações nas festas e grandes bailes nos anos 60 e 70. Este colunista adorava saracotear aos embalos por ele cantados.


Falha administrativa
O Figueirense quase caiu para a Segunda Divisão de Santa Catarina. Tudo por conta de uma grotesca e inadmissível falha administrativa que lhe custou até mesmo a sua queda na elite do futebol brasileiro. O que vem acontecendo com o clube de maior torcida do estado são fatos preocupantes que deixam os seu torcedor entristecido e humilhado. As pessoas passam, morrem, mudam de endereço, trocam disso e daquilo. Porém, as corporações bem cuidadas com carinho e muita dedicação, ficam.


Controle de nervos
Ainda sobre a grande decisão deste certame catarinense de 2017, certamente teremos dois grandes jogos. Uma finalíssima que Santa Catarina não via há muito tempo. A Chapecoense está em melhor momento. O Avaí tentando manter a sua organização do primeiro turno. Este confronto é diferente porque uma decisão entre a capital e o interior mexe com o ímpeto de todos e muitos fatores influem no resultado final. Principalmente, determinação e controle do lado emocional.


É o que se espera
O que mais incomodou no time alvinegro até aqui é que entra jogador, sai jogador, sistema tático o mesmo ou diferente e o time não engrena. Novos jogadores contratados pelo Figueirense foram anunciados e começam a chegar na cidade. São eles, Ferreira, Iago, Julinho, Zé Antônio, Renan Mota, Dudu Vieira, Clébson, Jorge Henrique, Henan e João Antônio. Um time quase completo. A Série B é uma competição bem difícil. Mas, se você tem um grupo que inspira confiança, pode jogar bem e pode dar certo. E é o que se espera desse novo time.


Equilíbrio
O Avaí irá fazer a final do Campeonato Catarinense de 2017 contra a Chapecoense. O primeiro jogo acontece neste domingo, em Florianópolis. Jogar contra o Avaí dentro de uma Ressacada lotada é um tanto difícil. Pelo que demonstraram durante este Catarinão, acredito que o Leão não irá deixar nada a desejar em relação ao Verdão do Oeste. Se o time mantiver o foco e a ousadia do primeiro turno, teremos um duelo bem equilibrado.


Drops da arquibancada
Tem certas atitudes de dirigentes de clubes que ficam difíceis de explicar. O goleiro Bruno, condenado pela morte e ocultação de cadáver de Eliza Samudio, volta para a cadeia. O Boa Esporte perdeu patrocinadores e ganhou antipatia nacional. Vá entender!
Coisa horrorosa aquela simulação de Antônio Carlos Zago, treinador do Internacional, fingindo ter sido agredido por um jogador do Caxias. Esse cidadão já foi personagem de várias atitudes antidesportivas no Brasil e no mundo. Não merece estar dirigindo um grande clube como o Colorado gaúcho.
O inverno chegou e a época de chuvas começou. Por conta disso, buracos em nossas estradas é o que não vai faltar. Somando-se à buraqueira já existente, quem estão felizes são os donos de borracharias e oficinas mecânicas, que irão lucrar em épocas de vacas magras.
Uma boa dica pro seu fim de semana é a Feijoada Trabalhador/Festa de Jorge, no Praça 11, em São José, neste domingo (30), a partir das 12h. Além da boa feijoada a festa terá: o bom pagode com Novos Bambas, Número Baixo, Mará e Filhos de Jorge, Amigos do Praça 11 e Velhas Guardas. Open Food a R$ 30 antecipado. Eu estarei lá! Vem comigo?


Cartão rosa/vermelho
CARTÃO ROSA para o Palavra Palhocense que organizou a exposição Memória Palhocense no ViaCatarina. Estive lá e pude constatar a alegria e emoção das pessoas presentes na abertura. Foi uma noite que mexeu com o emocional de todos. Todos olhavam aquelas fotos e relembravam de um passado remoto. Foi uma noite mágica que nos fez sentir orgulho de ser palhocense.
CARTÃO VERMELHO para aqueles estúpidos torcedores do Criciúma que, de forma contrária ao povo daquela cidade, direcionaram um cântico: “ão, ão, ão abastece o avião!”, em alusão à queda da aeronave que levava a Chapecoense para Medelin. Esta atitude desumana denegriu a imagem de um clube, uma cidade e um estado em todo mundo. O verdadeiro torcedor do Tigre, assim como o bom povo criciumense, não merece passar por tamanha vergonha por causa de “meia dúzia” de safados.


Legendas:

Para a alegria de seus pais, familiares e amigos, quem irá completar seus 15 anos neste sábado (29) é a gatíssima Suelen Martins Silveira, de São Sebastião. Felicidades, sucesso, saúde e muitas realizações, é o que deseja sua mãe através da coluna

O boa praça Junior também foi prestigiar a inauguração da Beirão Society. Juninho demonstrou que, além de bom taxista na Ponte do Imaruim, também é um craque na bola.

Imagens


logo palhocense.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina