palhocense.jpg
Auto Peças Palhoça 591 Site.jpg

Cartão Rosa - Edição 584 - 13/04/17

13 Abril 2017 13:32:27

Denisio.jpg

Pensamento do Bambi
Na Semana Santa não vai mais ser pecado comer carne, pois com papelão pode!


O árbitro
Clássico envolvendo os dois clubes da Capital é um jogo difícil de ser comandado. Dentro das quatro linhas, os jogadores parecem ficar possessos por uma magia esportiva em que extrapolam as suas vontades de vencer. No último confronto entre alvinegros e azurras, o jovem árbitro Wilian Steffens foi frouxo em suas decisões, deixou de aplicar alguns cartões e demonstrou uma certa dificuldade no comando do jogo. Isso não quer dizer que ele não tenha futuro em nossa arbitragem. Wilian é uma das poucas boas promessas na arbitragem catarinense e ainda tem muito o que aprender. Tem futuro esse “juiz”.


Mais disposto
O Figueirense, mesmo numa decadência técnica, entrou em campo com mais disposição para enfrentar o seu maior rival. O Avaí parece ter jogado de “sangue doce” com uma certa indolência, mesmo porque já está classificado para a grande final. O empate sem gols fez o Leão ficar um pouco distante da Chapecoense. Pelo andar da carruagem, acredito que teremos uma grande final de estadual envolvendo mais uma vez um clube da capital contra um do interior. E pelo que tudo indica, essa grande final poderá ser realizada bem longe de Florianópolis.


Assassinos
O Brasil está vivendo uma calamidade na administração pública. A gravidade da crise financeira que atinge o estado do Rio de janeiro é coisa para deixar qualquer ser humano aterrorizado. Por aqui não é diferente. Nossos administradores públicos estão sendo alvos de uma devassa em suas negociatas, que estão mostrando bem a cara destes políticos pilantras, que não estão nem aí para o povão. Um governador e um secretário roubam dinheiro público destinado à saúde, como aqueles lá do Rio de Janeiro, merecem ser processados como assassinos. Muitas vidas foram ceifadas por culpa da cobiça destes cafajestes.


Chegadas e saídas
Tanto Avaí e Figueirense precisam dar uma satisfação aos seus torcedores quando o assunto é plantel para a disputa do Campeonato Brasileiro das séries A e B. É sabido que ambos ainda não possuem times para a disputa desses campeonatos. Disputar estes certames não é o mesmo que disputar um Catarinão. Pelo lado do Orlando Scarpelli, notícias começam a pipocar de uma enorme barca, que deve atracar no Estreito. Já pelas bandas da Ressacada, tudo está parecendo um céu de brigadeiro.


Regra doze
A regra 12 do futebol diz que: será concedido um tiro livre direto se um jogador “tocar deliberadamente a bola com as mãos (exceto o goleiro dentro da sua própria área penal)”. Com as mãos ou os braços. A posição das mãos no momento do toque na bola não pressupõe, necessariamente uma infração. O jogador tem que tocar deliberadamente a bola com as mãos para impedir uma ação do adversário. Diante disso, o árbitro foi correto ao não aplicar o pênalti no clássico a favor do Avaí. Porém, de acordo com algumas normas de padronização de arbitragens no Brasil, os árbitros têm recebido a recomendação de aplicar a infração mesmo sem considerar a intenção. Assim, os “homens do apito” estão aplicando pênaltis em lances muito mais duvidosos do que aquele do clássico. E se estão aplicando isso, o árbitro deveria apitar na marca penal a favor do Leão.


Quem não faz leva
Este velho ditado do futebol ficou mais evidenciado no Campeonato Paulista, no jogo envolvendo o Santos e a Ponte Preta. O domínio sobre o time da Macaca, num Pacaembu lotado e animado, foi absoluto. A Ponte Preta foi até a capital paulista e, como vem pulando na tabela de galho em galho, saltou para cima do peixe e agora irá esperar o Porco. O bom time de Dorival Junior, que entrou na ira da torcida santista, injustamente, viu o tri sumir no horizonte das esperanças do clube praiano.


Cartão rosa/vermelho

CARTÃO ROSA para o nosso amigo João Passos que, por mais de dois anos teve a paciência de cuidar de milhares de negativos de fotografias que foram de seu pai, Gedalvo, e que agora estão sendo divulgados por este jornal. A atitude de João Passos e seu pai está trazendo muita alegria e boas recordações ao povo palhocense.

CARTÃO VERMELHO para a inoperância da agência dos Correios em Palhoça. As constantes filas, demora no atendimento aos usuários por parte desta empresa tem deixado muita gente revoltada com os Correios de nossa cidade. Não pode uma população com mais de 150 mil habitantes ficar à mercê de uma estatal que não funciona e que ganha bem para isso, afinal não fazem nada de graça, e o que é melhor: não possuem concorrência. Senhores vereadores, uni-vos à necessidade do povo em favor desta causa..


Drops da arquibancada
Arbitragens erram aqui, lá e acolá. Por aqui o torcedor avaiano reclama de um pênalti não marcado a seu favor. Em São Paulo, Bruno Henrique do Santos foi claramente empurrado pelas costas dentro da área da Ponte Preta. Ruim é escutar ou ler comentários de quem nunca apitou nem pelada de rua.
O clássico não foi um jogo de grandes oportunidades de gols e o pior é que o resultado não foi bom para nenhuma das equipes.
É incrível como mesmo tão cedo, está cada vez mais claro o quanto somos inferiores, com exceção da Chapecoense, aos outros times do Brasileirão. Tomem muito cuidado, para depois não passarem tanta vergonha.
Como não poderia deixar de ser, a polêmica sobre o possível suborno ao goleiro do Internacional de Lages virou tema em muitos blogs por aí. A Federação Catarinense de Futebol, o clube e até mesmo o jogador não podem deixar isso em banho maria.
E tem gente que ainda reclama da fórmula do Campeonato Catarinense. Rebuliço mesmo é o Campeonato Carioca, em que o campeão do primeiro turno, no caso o Fluminense, não está garantido na grande final daquele que um dia já foi um dos maiores campeonatos estaduais do país.
A página do projeto Memória Palhocense está fazendo o maior sucesso. Dias desses, no Bistrô do Dedé, o senhor Rogério ficou emocionado ao ver uma foto do nosso querido Tavinho em frente de um caminhão. É que aquele caminhão foi o seu primeiro veículo de trabalho na empresa Sell e Cia. Essas e outras imagens estarão expostas no ViaCatarina entre os dias 20 de abril e 21 de maio. Te esperamos lá! 


Legendas:

O empresário Denisio, da PontePan, com seu novo brinquedinho, curtindo a natureza nos fins de semana

Meu bom amigo Tulio Maravilha, o homem dos mil gols, ficando a par dos fatos que acontecem em Palhoça. Até os famosos adoram ler o Palavra Palhocense, melhor jornal de Palhoça

Imagens


logo palhocense.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina