palhocense.jpg

Cartão Rosa - Edição 580 - 16/03/17

16 Março 2017 10:56:21

17309619_774050926087027_1067155947983175921_n.jpg

Pensamento do Bambi
Se sua mulher coloca o celular dela em modo avião quando está com você. Cuidado: há mais passageiros nesse voo.


Gravíssimo
O ex-jogador Almir, um ótimo lateral-direito que defendeu o Figueirense, Avaí e que foi campeão estadual pelo Joinville, em 1987, sofreu um gravíssimo acidente numa rodovia na cidade de Arapongas/PR, após o seu caminhão colidir de frente com um outro caminhão que tentava fazer uma ultrapassagem. Almir morou por muito tempo na Ponte do Imaruim e atualmente tem residência fixa em Capoeiras. O ex-atleta passou por cirurgia, está sedado e é atendido pela equipe médica de um hospital daquela cidade paranaense. Vamos todos torcer e rezar pela saúde deste grande ex-jogador.


Gordas pensões
Enquanto hospitais estão lotados, escolas caindo aos pedaços e não há creches para nossas crianças, alguns privilegiados continuam usufruindo daquela mordomia de classe executiva. Santa Catarina gasta por ano quase R$ 4 milhões só em aposentadorias para oito ex-governadores e mais as viúvas de outros três. Os oito ex-governadores recebem mensalmente uma “pensãozinha” no valor de R$ 30.471,11 e o estado paga R$ 15 mil para cada viúva. Isso tudo dá mais de R$ 3,4 milhões por ano - um dinheiro que poderia ser bem aplicado em prol do povo catarinense. Esses valores pagos até o fim da vida destes políticos é uma absurdidade.


Intolerável
Que a grande maioria dos torcedores de futebol tem a memória curta, isso é fato. Pra esse tipo de torcedor, só vale o resultado que não seja a derrota, nem que para isso ele tenha que vaiar aquele que, um dia, já foi o seu ídolo. É intolerável o que alguns torcedores avaianos e alguns “entendidos” da nossa mídia estão fazendo com Marquinhos Santos. O galego salvou o Avaí inúmeras vezes e tem a gratidão da maior parte da torcida. Por isso mesmo, pelo tempo que tem de clube, o grande capitão tem o poder de incitar paixões. O maior ídolo da atualidade na Ressacada tem a capacidade de mexer com o seu torcedor para o bem e para o mal. Ele tem falhado ultimamente? Tem sim. Porém, Marquinhos possui créditos demais para ser vaiado ou criticado por estes abestados.


Voltar a jogar
Nas últimas 17 edições do Campeonato Catarinense de Futebol, o Avaí conquistou o título em três oportunidades: 2009, 2010 e 2012. Enquanto o seu maio rival levou sete vezes a taça para o seu memorial. O Leão é o único classificado se houver uma grande final, para disputar o título de 2017. É comum em qualquer lugar do planeta-bola, após a conquista do primeiro turno, o time dar uma relaxada na segunda fase do campeonato. Mas, se o Avaí quiser levar a taça de campeão para a Ressacada sem a necessidade de uma final, é bom o time voltar a apresentar aquele futebol aguerrido do primeiro turno. É com esse raciocínio que os jogadores devem entrar em campo para os próximos confrontos.


Pedra no sapato
O Brusque é a pedra no sapato do Figueirense nesse início de temporada. Como se não bastasse perder para o clube do berço da fiação catarinense, dentro do Scarpelli, na estreia deste Catarinão, o desorganizado Furacão do Estreito voltou a perder para o Brusque por 2 a 0, na abertura do segundo turno. A torcida encheu o Augusto Bauer para ver aquele Brusque que vem chamando a atenção do torcedor catarinense. O time do treinador Pingo foi mais organizado e extremamente focado para conquistar a vitória dentro de casa.


Acendendo o alerta
Para o Figueirense, o jogo de domingo na cidade de Brusque serviu para tirar uma dúvida: afinal que time é esse que não está honrando a camisa alvinegra? A maneira desleixada de alguns jogadores em campo acende o alerta para uma possível passagem de uma barca pelo Estreito. Nela seriam colocados alguns, e não são poucos, jogadores para procurarem novos clubes. Marcio Goiano, com toda a sua experiência de grande líder, assim como o Figueirense, deve impor sobre os seus adversários. Porque do jeito que está, a coisa pode se complicar cada vez mais.


Drops da arquibancada
Um dos destaques da Juventus da Itália nesta temporada, o lateral direito Daniel Alves, rasgou elogios ao Flamengo no seu Instagram. Ao interagir com milhares de internautas, Daniel Alves afirmou que, “time que dá vontade de jogar esse Flamengo...”.
A vitória do Barcelona, que foi beneficiado pela arbitragem, pra cima do PSG, também serviu para mostrar que para conquistar vitórias no futebol, e até mesmo em nossas vidas, não basta técnica e tática. É preciso ter vontade, alma, intensidade... Coisas que muitos clubes não têm. Principalmente por aqui.
A contratação do goleiro Bruno, condenado pelo assassinato de Elisa Samudio, pelo Boa Esporte, é uma faca de dois gumes. Enquanto o clube dá uma segunda chance ao goleiro, também corre o risco de acumular uma legião de pessoas que irão torcer contra, por motivos óbvios.
O volante Lucas Otávio já assinou o contrato e é o novo reforço do Avaí para o Brasileirão. O jogador de 22 anos, cria das categorias de base do Santos, conta com o aval de Claudinei Oliveira, que já trabalhou com o atleta.
Neste próximo sábado, diante do JEC, no Orlando Scarpelli, o Figueirense irá utilizar as suas novas camisas fornecidas pela Adidas. Diante da “nhaca” que vive o time, o torcedor alvinegro espera que a nova camisa traga sorte.


Cartão rosa/vermelho

CARTÃO ROSA para o presidente Vanderlei Quirino, o popular Caçamba, e toda a diretoria da Associação dos Pescadores da Ponte do Imaruim, que não pouparam esforços para a realização do 11º Festival de Pesca Embarcada, neste próximo domingo, dia 19, aberto ao público. Hei, você que adora um boa pescaria... Está aí uma boa opção de lazer pro seu fim de semana. O evento está recheado de atrações. Até eu, que não sou disso, vou pegar na vara.

CARTÃO VERMELHO para a ideia absurda da CBF em exigir que os jogadores do futebol amador devam apresentar atestado médico em competições federadas, aquelas promovidas pelas ligas. Como se não bastassem os altos valores nas inscrições de jogadores nas federações, agora mais este custo é de doer. Essa cacalhada da CBF quer é acabar com o nosso bom e velho futebol amador. Tem mais é que organizar competições piratas mesmo, e mandar essa cacalhada para aquele lugar.


Legendas:

Dona Izaltina da Rosa, a nossa popular Dadá, acompanhada de seus filhos e neto fazendo a entrega dos alimentos arrecadados na Feijoada da Dadá para os alunos da Apae de Palhoça. Essa família da Rosa merece um grande Cartão Rosa!

O bon-vivant Didico Wagner, aderindo ao time dos “cor de rosa”. Bela calça essa, hein?! Se tivermos o mesmo número, quero emprestada!

Imagens


logo palhocense.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina