palhocense.jpg

Cartão Rosa - Edição 575 - 09/02/17

09 Fevereiro 2017 08:43:20

jane coelho.jpg
Pensamento do Bambi
Donald e Mickey estão governando os EUA. Será que Walt Disney um dia sonhou com isso?

Positivo
Em minha avaliação, o balanço da arbitragem neste Catarinão, até aqui, é extremamente positivo. Mesmo que alguns “entendidos” por interesses outros, que não seja a análise racional da questão, insistam em buscar “chifres em cabeça de cavalo”. Tecnicamente, a disputa tem sido marcada por uma constância que não se via faz algum tempo.  Um errinho aqui, outro acolá na aplicação das regras não tem tirado os méritos da rapaziada do apito. Do Brasil a Guiné Bissau, onde se pratica futebol, erros de arbitragens existem.

Mudanças indevidas
Começo a escutar reclamações a respeito do gramado sintético do Clube Náutico Barroso, da cidade de Itajaí. Não só pela questão das marcações daquele gramado que também serve aos seus associados para a prática do futebol society, como também das suas instalações. Medidas de adequação às praças esportivas que servem para mando de campo precisam ser tomadas antes do início  de qualquer competição - jamais em sua trajetória e, principalmente, depois de ter dado o pontapé inicial. Se está lá, é porque todos aceitaram.

Mudança fora de hora
O torcedor é movido pela emoção, paixão e obstinação. Um diretor de futebol de um clube profissional tem que ser completamente o inverso. No brasileirão do ano passado, o que mais se viu e ouviu foi a famosa dança das cadeiras dos treinadores de futebol, o que se tornou uma rotina tão cruel quanto exótica. Tão importante quanto a contratação de jogadores, a de um bom treinador também é. Os grandes técnicos do passado estão ficando no passado. A procura agora é por novos nomes, novos talentos que sejam vencedores. Wilfredo Brillinger só demite Marquinhos Santos num caso muito especial. Uma atitude salutar.

Subida efêmera
Desde a sua ascensão à elite do futebol brasileiro, o Avaí vem confirmando um bom momento. Até o fechamento desta edição, o clube disputou três jogos no Campeonato Catarinense, conquistando nove pontos. Essa nova fase do Avaí se deve à mudança de técnico, mudanças em seu esquema tático e, principalmente, a mudança em seu departamento de futebol. Hoje vemos um time que podemos definir que surgiu das cinzas de um início de campanha em 2016 quase catastrófico. O retorno à Série A e os bons resultados neste Catarinão estão levando o seu torcedor a colocar a Ressacada como um grande caldeirão em dias de jogos.

Peixe inexorável
Sem sombra de dúvidas, o jovem time do Santos, que tem no comando Dorival Junior, é o melhor time do futebol brasileiro nesta temporada. Contra o modesto Linense, mesmo jogando numa sexta-feira na abertura do Campeonato Paulista, dentro da Vila mais famosa do mundo, o Santos nem se dignou a medir o respeito pelo seu adversário e foi logo metendo as bolas necessárias para dentro do gol. Antes mesmo do árbitro apitar o fim da partida, o Peixe já estava aplicando uma sonora goleada, mostrando o seu cartão de visitas para assombrar os seus adversários. Dá gosto de ver o futebol praticado por esta garotada, que joga do jeito que o torcedor gosta.

Primeiros passos
Um dos sobreviventes do acidente aéreo com o avião da Chapecoense que matou 71 pessoas em novembro do ano passado, o goleiro Jackson Follmann, está dando seus primeiros passos com uma prótese na perna direita. O ex-goleiro, que teve a perna amputada, está em São Paulo, realizando sessões de fisioterapia numa clínica especializada. O sobrevivente do voo da Lamia está usando uma prótese provisória. A definitiva será mais leve, feita de fibra de carbono, totalmente moderna para usar até mesmo chinelo e garantir um impulso maior para caminhar.

Choque de realidade
Como diria o meu bom amigo Petanha: “uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa”. E foi assim que Rogério Ceni, agora como novo comandante do São Paulo, sofreu uma dura lição de vida que vai levar para o resto de sua carreira. Depois de ganhar uma taça num torneio nos EUA, nem imaginaria que iria tomar um duro golpe em terras tupiniquins. O audacioso Audax, não tomou conhecimento do Tricolor paulista e fez o time do Morumbi cair de quatro, diante de pouquíssimos torcedores. Rogério Ceni e seus comandados aprenderam a lição de que uma coisa é disputar simples amistosos e outra é jogar partidas oficiais, valendo três pontos. E que isso sirva de lição.

Fanfarrão
O presidente do Vasco da Gama, Eurico Miranda, é uma figura polêmica. Numa entrevista à apresentadora Antônia Fontenelle, disse nunca ter se importado se os jogadores vascaínos faziam suruba na concentração. Desde que fizessem gol em campo, por ele estava tudo bem e chegou até a entregar o baixinho: “Romário era um deles”. O chefão cruzmaltino ainda falou ser contra árbitro gay apitando jogos. Pra ele: “em campo, ele vai sempre pender pro namorado dele”. Ainda bem que eu nunca tive namorados... Eu hein?! Não suporto esse sujeitinho!

Drops da arquibancada
Não convidem para a mesma mesa alguns taxistas de Palhoça e o prefeito Camilo Martins. A rapaziada dos taxis anda vomitando cobras e lagartos contra o alcaide.
O lateral-esquerdo João Paulo, de 30 anos, que já defendeu o Avaí, Rio Claro, Novo Hamburgo, Ponte Preta, Flamengo, Palmeiras e o Bahia, é o último reforço a assinar com o Figueirense.
O meia Renato Augusto, da Seleção Brasileira, prestou uma queixa-crime contra a promoter Lívia da Silva Moura, por suposto crime de estelionato e furto, quando promoveram sua festa de um ano de casamento. O prejuízo ultrapassa a casa do R$ 200 mil. A promoter é irmã do lateral-direito Léo Moura.
Gabriel de Jesus, desde que chegou ao Manchester City, está superando todas as expectativas. Com apenas 19 anos de idade, o atacante brasileiro já marcou três gols e fez várias assistências, comprovando que valeu a pena o investimento de R$ 121 milhões.

Cartão rosa/vermelho
CARTÃO ROSA para o ato heroico dos soldados do 16º B.P.M, Leonardo Anglo dos Santos e Humberto Pierri, que salvaram a vida da recém nascida Ingrid Vitória, na Enseada do Brito. São soldados como eles que nos enchem de orgulho ao vê-los exercerem suas obrigações em prol da sociedade.
CARTÃO VERMELHO para a situação caótica que vive a Associação João Paulo II, na Ponte do Imaruim. A séria crise financeira que atravessa aquela importante entidade sem fins lucrativos, pode levar a comunidade a fechar suas portas, deixando mais de 200 crianças e adolescentes sem aonde estudar. A comunidade, empresários e o poder público precisam se unir para o bem do João Paulo II.

Imagens


logo palhocense.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina