palhocense.jpg
Auto Peças Palhoça 591 Site.jpg

Cartão Rosa - Edição 573 - 26/01/17

26 Janeiro 2017 10:09:28

mala1.jpg

Pensamento do Bambi
Sogra não morre. Se aglomera no inferno só para atormentar o Diabo.


Pináculos
Com a emoção que só o futebol pode proporcionar ao torcedor, começa neste fim de semana mais uma edição do Catarinão. Em campo o vencedor pode ser um mistério, mas até ele ser escolhido, alguns nomes já começam a despertar a atenção. Com uma boa rodagem pelo futebol brasileiro, o atacante Schwenk é o jogador top do Almirante Barroso, de Itajaí. Já no Inter de Lages, o meia Enercino é uma das apostas do Leão Baio. Enercino é a cara do argentino Mancuso.


Elefante branco
Tido como o principal estádio brasileiro, é triste ver o estado de abandono que vive o Maracanã. O templo do futebol brasileiro, marcado por realizar partidas memoráveis e os maiores públicos já registrados, hoje é um triste retrato oriundo do descaso de nossas autoridades com o esporte. O estádio vive num completo abandono, já que ao invés de jogos, só recebe entulhos e está com a luz cortada, gramado danificado, corrimãos enferrujados e infiltrações. Tudo isso numa obra superfaturada que deveria se manter por muitos anos.


Agora é oficial
O que era hipótese, agora é oficial: o Figueirense está anunciando em sua rede social o acerto com a Adidas, como nova fornecedora de material esportivo, em substituição à Lupo. O acordo entre o Alvinegro catarinense e a fábrica alemã será de três anos e seguirá o mesmo modelo de fornecimento do Coritiba e Ponte Preta. O Figueira irá comprar a linha completa da Adidas para revendê-la em suas lojas, rachando o lucro destas vendas com a fornecedora. Fora do Brasil, a Adidas fornece para Real Madrid, Manchester United e outros. Por aqui, clubes como o Flamengo, Palmeiras, Coritiba, Ponte Preta e Sport também utilizam a marca.


Gatos 1
O assunto da semana que agitou os bastidores do futebol tupiniquim foi o Paulista de Jundiaí, que depois de enfiar um chocolate de 5 a 1 para cima do Batatais, viu a sua vaga para disputar o título da Copinha São Paulo ser entregue para o próprio Batatais, tudo por conta de um “gato” incluso em seu time. Os chamados “gatos” são jogadores que alteram suas certidões de nascimento para comprovar menos idade.


Gatos 2
Geralmente os “gatos” são feitos com a ajuda de dirigentes ou empresários,  enquanto os jogadores estão nas divisões de base. Casos como esse do jogador do Paulista de Jundiaí não são novidade no mundo do futebol. O atacante Emerson Sheik mudou de nome e data de nascimento. Sandro Hiroshi também foi flagrado quando jogava pelo São Paulo. Carlos Alberto, que se destacou no Figueirense e chamou a atenção de grandes clubes é mais um exemplo. Michel Schmoller também engrossa a lista, ele foi descoberto quando ia se apresentar na Seleção Brasileira Sub-17 e até o técnico Vanderlei Luxemburgo se envolveu na polêmica.


Caríssimo
Enquanto o país passa por uma grave crise econômica, no futebol catarinense a coisa parece estar a mil maravilhas. Leio no site “Voz do Apito” que Sandro Meira Ricci, o “juiz” da Copa, ganha a “bagatela” de R$ 60 mil por ano, em duas parcelas, da FCF para apitar dez jogos no Campeonato Catarinense. Somando-se a isso os custos de passagens aéreas e hospedagens em hotéis de primeira, por vir apitar jogos aqui, Sandro Meira embolsa uma cifra que chega aos R$ 100 mil por ano. Realmente é uma arbitragem caríssima! 


Tostão
A quarta-feira, dia 25, não foi só o dia de comemorar o aniversário de São Paulo. Dono de uma habilidade fora do comum, Tostão completou 70 anos de idade. Jogador como poucos, o dono da camisa oito da grande Seleção Brasileira de 1970, Tostão fazia parte de um meio de campo que atemorizava os seus adversários. Em 1970, ao lado de Pelé e cia, jogou todas as seis partidas, fazendo história naquele tricampeonato mundial. Quem pôde vê-lo jogar, sabe muito bem o que é saudosismo.


Drops da arquibancada
Não convidem para a mesma mesa, Junior Moresco, ex-diretor técnico da FCF, e o atual presidente Rubens Angelotti. Moresco deixou a sede da FCF, em Balneário Camboriú, cuspindo cobras e lagartos contra a atual administração.
Não me agrada essa atitude de Rubens Angelotti de ir até o Rio de Janeiro pedir “pinico” para o atual presidente da CBF. Marco Polo Del Nero não é flor que se cheire. Tanto é que tem maior pavor de viajar para fora do Brasil, com medo de ser preso lá fora.
O Fluminense venceu o Criciúma por 3 a 2 no jogo inaugural da Primeira Liga. Mas cá pra nós, ambos jogaram um futebolzinho mais pra um empate em 3 a 3. O Tigre não começou bem mais uma temporada.
A bola vai rolar a partir de sábado no início de mais um Campeonato Catarinense. O Avaí, por sua tradição, entra como um dos favoritos. Só pela tradição, pois o time que está sendo formando ainda não possui credibilidade para a conquista do título.
O Figueirense, depois daquele fracasso no Brasileirão, quando caiu para a Série B, tem o dever e a obrigação de conquistar este certame estadual para dar um pouco mais de regalo ao seu torcedor. O Alvinegro está montando um time competitivo.


Cartão rosa/vermelho

CARTÃO ROSA para o meu bom amigo Jean Negão, que vem aí com mais uma edição da famosa Feijoada do Jean Negão. Uma das melhores festas open bar e food de nossa região. A venda de camisetas já é um grande sucesso.

CARTÃO VERMELHO para o banheiro público construído na Praça da Ponte do Imaruim que mantem suas portas trancadas para a população daquele bairro. Dias destes, presenciei uma senhora que precisava usar o espaço e bateu com o nariz na porta. A Prefeitura poderia fazer uma parceria com o quiosque existente naquela praça para cuidar do banheiro e atender a população.


Legendas:

Quem andou festejando mais um aniversário nesta quarta-feira foi o bon-vivant Didico Wagner. Figura folclórica de Palhoça, Didico festejou seu aniversário ao lado dos amigos, irmãos e sua querida mãe. A coluna deseja muita saúde e alegrias

POR ONDE ANDA??? Silvio Hencke, o Mala. Lateral-esquerdo de muita força e habilidade. Teve passagens por bons times do futebol amador de nossa região, tais como: América de Barreiros, Associação de São José, João Paulo, Cruzeiro da Ponte do Imaruim, Eldorado e nas categorias de base do Avaí e Figueirense. Atualmente casado, Mala é chefe de gabinete do vereador Rodrigo Quintino e mora no Pagani

Imagens


logo palhocense.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina