palhocense.jpg

Boca Maldita - Edição 593 - 16/06/17

16 Junho 2017 09:52:07

Charge 1.jpg

Vacilou, pagou

Dois candidatos a vereador de Palhoça da última eleições foram multados por propaganda eleitoral irregular. Outros sete aguardam julgamento pela mesma irregularidade.
Os candidatos a vereador nas eleições de 2016, Rudnei José do Amaral e Jackson Cardoso Silveira foram multados por propaganda eleitoral irregular. Ambos foram representados pelo Ministério Público Eleitoral por terem praticado o chamado “derrame de santinhos” no entorno dos locais de votação na véspera do dia das eleições.
No caso de Rudnei, que alcançou votos suficientes para uma suplência, foi identificado o derrame nas proximidades de um dos locais de votação do município, no qual o candidato alcançou praticamente 35% dos votos aferidos, 210 de um total de 604 votos.
Jackson, conforme o Ministério Público Eleitoral, realizou a propaganda eleitoral em pelo menos três locais de votação, tendo sido identificado, inclusive, o derrame nos corredores de uma escola onde foram instaladas urnas de seções eleitorais.


Uma vírgula nas creches
Antes se dizia que para um bom entendedor meia palavra basta. Em Palhoça, basta apenas uma vírgula. Foi o que constatou o vereador Jean Negão (PP), ao estudar o plano preparado pela Secretaria Municipal de Educação, para os próximos anos, no tocante à educação infantil do município. De acordo com o vereador, no plano consta a “construção de novas creches e reforma de outras”... Tudo bem, segundo Jean, se no texto não tivesse sido colocado, entre virgulas, o adendo “dentro das possibilidades”.


Vai liberar geral
Tramita na Câmara de Vereadores, Projeto de Lei que proíbe os donos de estabelecimentos comerciais de Palhoça a colocarem placas de estacionamento exclusivo aos clientes em frente às suas lojas. O projeto vai exigir ainda a retirada das correntes que vêm sendo usadas por alguns comerciantes. Isso ainda vai dá cosa! 


Farmácia de plantão
Os proprietários de farmácias da sede do município reclamam da medida da Prefeitura de fazer cumprir a lei de plantão 24 horas. Acontece que, segundo os donos das farmácias atingidas pela medida, uma farmácia não pode funcionar sem um farmacêutico e que isso leva, no mínimo, dois meses para liberar junto ao órgão competente. Para fazer cumprir a medida, a Prefeitura já fechou uma farmácia e promete fechar outras que não cumprirem o estabelecido.


Projetos que não viram leis
O vereador Rodrigo Quintino (PSB) é o parlamentar de Palhoça que mais tem impetrado Projetos de Lei nesta legislatura, com o claro objetivo de facilitar a vida dos palhocenses. Acontece que o vereador também é o parlamentar que mais teve Projetos de Lei vetados pelo executivo municipal. Só na última semana, foram dois: o que estabelece a isenção da taxa de inscrição em concursos públicos para os eleitores convocados pelo Tribunal Regional Eleitoral para trabalharem nas eleições no município; e o que delibera sobre vagas para irmãos na mesma escola. 
Outro vereador que teve um de seus projetos de lei vetado pela Executivo foi Jean Negão, no caso da lei que obrigaria a fixação de placas contendo nome de profissionais de saúde e seus horários de atendimento.
Aliás, por falar nisso, eu não tenho conhecimento de um Projeto de Lei de autoria de vereador nos últimos dez anos, que mesmo sancionado pelo Executivo, tenha sido colocado em prática. Basta a Câmara fazer um levantamento para constatar. Sendo assim, acho melhor não ficar gastando papel! 


O que dizem e eu Não Afirmo...
QUE está selada a paz entre o Maurício, presidente do Centro Comunitário da Praia do Pontal, e o vereador Pakão. A relação andava estremecida do período eleitoral, mas para o bem do bairro a paz foi restabelecida. Daqui pra frente, será um por todos e os dois pelo Pontal!
QUE vem sendo travada uma verdadeira batalha jurídica entre os atuais proprietários da Vita Construções e os antigos proprietários. Enquanto isso, quem adquiriu empreendimentos da empresa continua a ver nuvens, ao invés de seus apartamentos!
QUE o deputado Marcos Vieira (PSDB) deu o bolo em seus correligionários de Palhoça, ao prometer aparecer na Festa do Divino e não dar o ar da graça! Na festa do ano que vem, talvez, né?!
QUE o Centro POP de Palhoça tem atraído moradores de rua de várias cidades da nossa região e até do estado. Tem vereador dizendo que também pudera: “ali eles têm cama, comida e roupa lavada...”. Tem parlamentar que defende que a Prefeitura faça com essas pessoas um trabalho social mais abrangente, como por exemplo, interná-los para que se livrem das drogas. “Como está, só vai aumentar o número de atendidos pelo POP, que nada mais é do que uma casa de passagem permanente”.

Imagens


logo palhocense.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina