palhocense.jpg

Boca Maldita - Edição 586 - 27/04/17

27 Abril 2017 10:00:45

Pontal.jpg

Os sujismundos
“De onde menos se espera, daí mesmo é que não vem nada”. Essa frase resume a ação de um partido da Grande Florianópolis, que para divulgar a greve geral desta sexta-feira (28) vem sujando nossa cidade, colando seu panfletos em viadutos e outros locais públicos. A Prefeitura de Palhoça devia multar a direção da sigla, que prova que não possui consciência e cidadania. Aliás, pelo que me parece consciência lhe passa longe! Depois reclamam quando os donos do poder lhes chamam de “baderneiros”.  Seria bom eles lembrarem que se a greve é um direito, a manutenção da limpeza e do visual de nossa cidade é um dever de todo cidadão.


Feriadão
Neste final de semana, temos mais um feriadão, a exemplo da semana passada. Na sexta-feira acontece greve geral, em protesto e mobilização contra a reforma trabalhista e a reforma da previdência, propostas pelo governo de Michel Temer e a lei de terceirização, sancionada pelo presidente. Emendando na segunda-feira, 1º de maio, é o dia do Trabalhador, que ultimamente, não tem trabalhado tanto assim! 
Em Palhoça, a concentração convocada pelo Sitrampa para sexta-feira acontece na Praça das Bandeiras, a partir das 8 horas. Quem for terá o ponto, pelo menos na Prefeitura, abonado.


Exposição de fotos antigas
Por falar nisso, está aberta até o dia 21 de maio, no 1º andar do Shopping ViaCatarina, a exposição fotográfica do projeto Memória Palhocense. Venha ver e rever a Palhoça dos anos 70 até os anos 2000, com fotos do seu Gedalvo Passos e do Jornal Palhocense. Ao meu ver, é imperdível!


Saudosismo
Em minha página no Facebook “João Palhocense”, essa semana, postei essa foto do arquivo fotográfico do nosso saudoso fotógrafo Salésio Passos (Pintado), com o seguinte texto: 
“Nossos dois vendedores de recordações: Na Palhoça dos anos 70 e 80 quem precisava de uma foto 3x4 ou uma bela recordação, ia no Foto Palhoça do seu Gedalvo ou no Estúdio do Amaro. Consegui achar no arquivo do projeto Memória Palhocense o Amaro e o Gedalvo, nossos dois ícones da fotografia. A foto prova que entre os amigos não existia concorrência!” 
A postagem fez o maior sucesso, constatando o quanto Amaro (in memoriam) foi importante para Palhoça e sua gente e o quanto seu Gedalvo, que no dia 3 de maio completa seus 90 anos, continua sendo, e sempre com muita graça e alegria.


Praça ou piscinão?
Moradores do Pontal, das imediações da nova pracinha, pedem para que a Prefeitura promova urgentemente melhorias, ou seja, faça a devida drenagem do local, para evitar o acúmulo de água que fica depositada nas ruas. O que eles mais se espantam é que nesta rua em questão, onde o problema é maior, quem possui uma casa é nada mais nada menos do que o pai do prefeito, o ex-vereador Nazareno, e pedem para que ele interceda junto à Prefeitura. Tamanho é o problema enfrentado pelos moradores, que andam confusos: não sabem se vai ser inaugurado uma praça no local ou uma piscinão. Se for um piscinão, dizem que bem poderia vir a se chamar “Piscinão do Nazareno”!


O que dizem e eu Não Afirmo...
QUE bem poucos dos 17 vereadores foram prestigiar a festa de aniversário de Palhoça, na Praça das Bandeiras, no domingo. Será que tinham outro compromisso mais importante?
QUE os 17 vereadores da Câmara estão sendo chamados de “paparicadores”. Dizem que vivem paparicando o prefeito. Será?!
QUE quem não tem cão, caça com o gato. Mas quem tem gato em casa está na mira da Celesc!
QUE muitos moradores do Caminho Novo não acreditam que a Prefeitura vai voltar ao bairro para acabar o asfaltamento de uma de suas principais ruas! Faz mais de dois meses que iniciou, parou e até o momento não voltou! Voltarão? Eis a questão!!
QUE muita gente anda reclamando do atendimento dos Correios. Enquanto tem bairro que há tempos não vê um carteiro, na agência do Centro de Palhoça, que agora mais parece uma agência bancária, a fila é grande!

Imagens


logo palhocense.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina