palhocense.jpg
Casarotto 596 Site.jpg

Boca Maldita - Edição 569 - 22/12/16

22 Dezembro 2016 10:18:56

Câmara reforma.jpg

Reformas e recauchutagens
Continua dando o que falar as reformas ou recauchutagens administrativas da Câmara e da Prefeitura. A da Câmara dá angústia de ver, estou até com pena dos 17 vereadores, que ao invés de seis assessores, vão poder contar com quatro e dos R$ 22 mil de verba de gabinete vão ter só R$ 18 mil, embora tenha vereador que tentou passar pra R$ 20 mil - achou pouco!
Também sobrou para o vereador Pitanta, que disse antes do fechamento desta coluna, que votaria contra o projeto que contrata mais quatro assessores jurídicos pra Câmara. Disse que o projeto não é de sua autoria, como foi divulgado. A filha de Pitanta é a quarta colocada no concurso.
A reforma da Prefeitura, naturalmente, será aprovada sem muito lero-lero por parte dos vereadores. Mas algumas categorias de funcionários estão em pé-de-guerra, já que a direção do sindicato, depois de muito negociar, conseguiu tirar alguns itens da pauta, mas não conseguiu tudo que algumas categorias queriam, como os fiscais, por exemplo, que pleiteavam que tudo ficasse como estava. 
Na verdade, pouco muda: das 17 atuais secretarias, ficarão 14, mas pelo que sei, o número de cargos comissionados continuam quase o mesmo e ainda foram criados os cargos de “mandrião de bairros”. O impacto na folha de pagamento se não aumentou, também não diminuiu, já que teve cargos comissionados que receberam aumento! Trocando a miúdos, a reforma da Prefa será feita, mas até agora ainda não se descobriu a oficina que vai prestar o serviço tão esperado pela população!


Notícia de última hora
Vereadores retiram da pauta a votação do projeto que pretendia contratar mais assessores jurídicos para o Legislativo. Como disse aqui, na semana passada, se tratava de uma jogada para contratar a filha de um vereador que não havia sido a primeira no concurso.


Descongelado
Essa semana, quem entrou no Portal de Transparência da Prefeitura para conferir o salário dos funcionários se assustou, ou pelo menos estranhou, o fato do funcionário da Prefeitura e vice prefeito do município, Nilson João Espíndola, tenha recebido no mês de novembro de salário líquido de quase R$ 42 mil.
O próprio vice-prefeito se encarregou de explicar, que o que aconteceu foi o seguinte: em agosto de 2015, com o projeto de lei que reajustou os salários retroativos desde 2010 dos vereadores, prefeito, vice-prefeito e procurador, o prefeito Camilo Martins, através de decreto, congelou o seu salário e o do vice-prefeito. Nilson explica que entrou na Procuradoria do Município reivindicando seu direito de receber o aumento, o que aconteceu agora no mês de novembro, retroativo desde de agosto de 2015. “Está tudo devidamente dentro da lei. É um direito meu, o mesmo direito que tiveram os vereadores que receberam retroativo desde 2010. Como o congelamento do salário do prefeito e do vice foi feito via decreto, reivindiquei meu direito, já que devia ter sido feito através de Projeto de Lei”, explicou.
Pelo sim ou pelo não, o certo é que Nilson recebeu uma boa bolada, que, dizem alguns, ajudou a pagar algumas despesas de campanha!
O portal de transparência também traz outros funcionários com alto salários, principalmente médicos, mas até o fechamento desta edição, a Prefeitura ainda não tinha nos enviado explicações oficiais. 


O que dizem e eu Não Afirmo...
QUE o rolo na Câmara está tão grande por causa das reformas administrativas, que até a energia caiu. Isso sem falar que a página da WebTV Câmara também saiu do ar. Será que foi para que o povo não assistisse as barbaridades e desmandos?! 
QUE os fiscais da Prefeitura vão ficar agora subordinados às Secretaria do delegado Cláudio Monteiro. Dizem que já tem gente que não gosta de ser cobrado com dor de barriga!
QUE tem vereador(es) do grupo dos nove que pode vir a roer a corda no acordo de eleger o vereador Fábio Coelho como presidente da Câmara. Tem gente apostando na tentativa de adivinhar quem serão os traíras!
QUE o salário do prefeito e do vice-prefeito que estavam congelados desde o ano passado, descongelaram! É que chegou o verão e passou as eleições, né?!
QUE a galeria superior da Câmara, de onde a população assistia as sessões, dará lugar a gabinetes para os novos vereadores. Dizem que essa é a reforma que vai dar certo, já que a população pouco vai na Câmara assistir as sessões legislativas.
QUE a denúncia feita pela MP na Floram da Capital, pela festa dos altos salários, bem que podia ser feita na Prefeitura e na Câmara de Palhoça. Dizem que é tudo em nome do “direito adquirido” e é claro, o bom relacionamento!
QUE o salário de um assessor jurídico na Câmara, de acordo com o concurso público, é de R$1,9 mil. Claro, que depois é que vem o jeitinho palhocense, né?!
QUE o vereador Tavinho (PMDB) lançou sua candidatura para a presidência da Câmara. Será que terá o apoio dos vereadores do PMDB e do seu partido?
QUE os novos vereadores eleitos assumem no dia 1º de janeiro e  já entram em férias. Isso é que se pode chamar de mordomia!
QUE o que ia sobrar na Câmara do R$ 1,17 milhão, que recebe mensalmente, será gasto na reforma para os novos gabinetes!
QUE na Secretaria de Saúde tem gente com mais horas extras do que as horas do mês!
QUE a Câmara já parou e a Prefa para nesta sexta-feira, 23. Só votam na segunda semana de janeiro! Daí você me perguntaria: e os serviços essenciais? E eu repondo: “Que serviços essenciais?”

Imagens

Casarotto 596 Site.jpg

logo palhocense.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina